Dicas para não errar na hora de reformar o imóvel

Reformar o imóvel é uma excelente maneira de mudar o cenário da rotina e trocar aquele detalhe que incomoda. No entanto, é importante ter paciência e muito cuidado para evitar problemas futuros. Confira algumas dicas para não errar na hora de reformar o imóvel:

Empresa especializada

Assim como não é recomendável deixar a saúde nas mãos de um mecânico, a reforma da casa precisa ser assessorada por uma empresa especializada, que conte com ao menos um engenheiro. Mesmo que isso custe um pouco a mais, essa profissionalização irá garantir os resultados esperados e evitar problemas daqui alguns meses ou anos.

É importante ainda fazer um contrato de prestação de serviço, com um prazo para entrega e todas as condições estipuladas. O preço também pode ser negociado já no início do acordo, sendo que a última parcela do pagamento pode estar condicionada à entrega completa da reforma.

Orçamento

Para quem deseja reformar, mas está com a grana curta, vale a pena dedicar um tempo para buscar promoções. Nem sempre vale a pena comprar o material mais barato, porém, é importante pesquisar os preços cobrados em mais de uma loja. Além disso, muitas vezes, quando o consumidor opta por adquirir tudo em um só local, ele consegue obter um desconto significativo.

Quantidade de material

Por falar em compra de material, vale a pena comprar alguns itens a mais. A quantidade de revestimentos, por exemplo, pode ser de até 15% a mais do que o calculado inicialmente. Isso ajuda a evitar que a equipe precise de algo com urgência, e que o interessado possa pagar mais caro por comprar em cima da hora, sem pesquisar.

Pintura externa

Caso o indivíduo queira ou precise pintar a área externa, é aconselhável não fazer isso em épocas muito chuvosas. Além de prejudicar a secagem, o clima úmido pode modificar a tonalidade da tinta, deixando a desejar.

Pisos

Se for realizar mudanças nos pisos, é importante aproveitar para revisar a parte elétrica e hidráulica. Esses dois aspectos da casa sofrem muitos desgastes ao longo do tempo, que nem sempre podem ser vistos a olho nu.

Buscar alternativas

Atualmente, existem alternativas para quem sonha em fugir de todo o quebra-quebra das reformas. O Drywall, por exemplo, permite realizar uma obra muito mais prática, rápida e limpa que a alvenaria. Segundo a arquiteta Helena Rodrigues, Diretora de Engenharia da Gyp Group – antiga Brasgips, da qual faz parte a GypCenter, rede de varejo de materiais de construção a seco, “hoje ninguém pensa mais em fazer uma obra de hotel, hospital, cinema, shopping sem drywall. A evolução no segmento residencial é uma evolução natural que demora um pouco mais mas está acontecendo”.

A grande vantagem da técnica é que ela alia sustentabilidade, economia e praticidade na hora de transformar os espaços. O Drywall pode ser usado para criar paredes e forros. Mas, como todo processo em uma obra, ele também necessita de um profissional treinado para fazer a montagem.


Close