30 piores erros cometidos na decoração de apartamento pequeno

A decoração é um dos aspectos mais importantes do seu apartamento, pois ela é a responsável por transmitir sentimentos, sensações e aspectos intimamente ligados com o bem-estar de quem está no local. Uma decoração realizada de maneira errada pode prejudicar todo o ambiente, fazendo com que os momentos aproveitados no seu lar não sejam tão agradáveis assim.

 

Porém, decorar não é uma tarefa tão fácil como se imagina. Existem diversos elementos que devem ser levados em consideração no momento de criar e adquirir peças para decorar os cômodos do seu apartamento, especialmente se ele for pequeno, já que a decoração é uma das principais responsáveis pela sensação de amplitude.

 

Entendendo tudo isto, agora nós iremos lhe mostrar os 30 piores erros na decoração de um apartamento pequeno. Afinal de contas, aprender com quem já errou pode ser uma ótima maneira de garantir o acerto, não é mesmo?! Continue a leitura!

 

Cores escuras

 

Este é um grande e comum erro cometido. Por mais que você tenha preferência por cores escuras como o preto e o marrom, é um deslize imenso escolher estas cores para o seu apartamento pequeno! Embora as cores escuras passem um tom de seriedade e elegância, elas também possuem a capacidade de diminuir a sensação de espaço e amplitude, além de trazer um aspecto pesado para todo o ambiente. Por isso, deixe as cores escuras longe!

 

Mix de cores

 

Da mesma maneira que utilizar cores escuras torna o seu ambiente pesado e menor, o mix de cores vivas também pode trazer este problema. Embora seja uma ótima arma para animar o ambiente e causar surpresa positiva, se usada de maneira equivocada pode atrapalhar a ambientação do apartamento pequeno e cansar a vista.

 

Não integrar ambientes

 

Em um apartamento pequeno, eliminar as paredes não é apenas um aspecto de decoração bastante interessante, mas também significa maior espaço, mobilidade e otimização. Imagine uma sala de estar separada de uma sala de jantar: ambas teriam que ter seus próprios móveis e espaços. Mas se você optar com integrar os ambientes, tudo fica maior e mais espaçoso visualmente.

 

Esquecer o visual clean e minimalista

 

Não tem outro jeito: apartamentos pequenos pedem por decorações clean e minimalistas, uma vez que estas ocupam menos espaço e utilizam a simplicidade como maior fonte de elegância. É como unir o útil ao agradável: sofisticação e otimização do espaço. Esqueça os visuais sérios e robustos!

 

Desordem

 

Se você gosta de ambientes despojados e livres que beiram a desordem e a bagunça, pode ter certeza que a decoração do seu pequeno apartamento estará comprometida. Logicamente, pelo espaço ser menor, a sensação de que a bagunça tomou conta do local é maior, o que torna todo o seu esforço em torná-lo bonito, inválido.

 

Grandes móveis

 

Móveis bem construídos e grandes tem sim um charme especial, porém, não são recomendados para ambientes pequenos pois podem tornar o cômodo em questão ainda menor e sem espaço, tornando mais difícil a locomoção e até mesmo prejudicando todo o visual. Já imaginou ser difícil andar dentro de seu próprio apartamento? Imagine então receber visitas?! Hoje, existem móveis minimalistas e pequenos que também apresentam ótimas estruturas e uma grade sofisticação!

 

Não investir em portas corrediças

 

A decoração de um imóvel pequeno pede por portas corrediças. Além de diminuir a poluição visual, esta alternativa garante maior espaço e dinâmica em seu apartamento, uma vez que o espaço preenchido pelas portas tradicionais quando abertas não será mais um problema.

 

Variar nos pisos

 

Quando cada cômodo da casa possui um piso diferente, a sensação de pequeno se faz ainda mais forte pois o apartamento perde a perspectiva de amplitude. Imagine uma sala com piso de madeira, que é ligada a um corredor com lajota, que por sua vez é ligado ao quarto com piso laminado? Além de bastante estranho, a amplitude vai embora! Escolha apenas um para toda a casa.

 

 

Lustres compridos

 

Este é um item que por si só inspira classe e elegância, não é mesmo?! Entretanto, não é recomendado para ambientes pequenos, ao menos os seus estilos compridos. Como normalmente um apartamento pequeno é dividido em cômodos ainda menores, imagine tomar todo o campo visual com um lustre? A sensação de que as paredes se estreitaram e que o teto perdeu tamanho é bastante grande, por isso, deixe este item fora da sua lista!

 

Luminárias de chão

 

Na hora de decorar o seu apartamento, as luminárias de chão e outros acessórios podem ser extremamente ruins. Estes objetos tiram um grande espaço desnecessariamente, além de poluir a visão de quem frequenta ou mora no lar. Aposte em luminárias acopladas em paredes!

 

Deixar de utilizar espelhos

 

Os espelhos transmitem a importante sensação de amplitude para o seu apartamento pequeno, pois refletem espaços criando um novo ambiente na percepção de quem enxerga o cômodo. Esquecer de utilizá-los é deixar para trás um grande aliado em otimizar o espaço de seu lar.

 

Muitos tapetes

 

Tapetes são ótimos acessórios para dar um up no visual do seu apartamento, mas especialmente se o ap for pequeno, muitos tapetes geram conflito visual e causam sensação claustrofóbica. Se mesmo assim você quiser utilizar, opte por apenas um grande que possua coloração clara.

 

Cortinas escuras e longas

 

Em um ambiente com restrição de espaço, as cortinas longas podem trazer a sensação de “sufoco” e aperto, ainda mais se combinadas com cores escuras. Por isto, não caia nesse erro! Você pode achar super bonito este estilo, mas para os apartamentos pequenos a boa e velha cortina fina, clara e de meia altura é a melhor pedida.

 

 

Muitas poltronas

 

Estes itens são unanimidade quando falamos em conforto e em decoração também, pois elas passam um ar de sofisticação e elegância, de acordo com as cores e formas. Porém, tendo em vista o pequeno espaço, ter muitas poltronas pode tornar o local tumultuado e gerar poluição visual, principalmente se as cores forem escuras.

 

Apostar no mogno

 

Embora sejam itens bonitos e clássicos, ideais para ambientes profissionais e para passar respeito, os móveis em mogno podem ser um tiro no pé para o proprietário de um pequeno apartamento. Afinal de contas, estes móveis são escuros e geralmente são grandes.

 

Esquecer dos móveis multiúso

 

Sabe os puff’s que viram um baú para guardar coisas? Ou então um sofá que pode se transformar em cama? Criado-mudo que tem gavetas? Pode acreditar: se você esquecer destes tipos de móveis com duplas funções, não haverá espaço para colocar todos que um apartamento precisa. Estes móveis dão mais praticidade e otimizam o espaço. Não esqueça deles!

 

Esquecer das medidas dos móveis

 

Na empolgação no momento de comprar novos móveis ou então com o vendedor da loja fazendo a sua cabeça para um armário, por exemplo, é comum que sejam adquiridos móveis que não estejam de acordo com o tamanho do seu apartamento. Então, a dica é medir o espaço correto para cada estrutura ou então apostar nos móveis planejados!

 

Móveis no meio da casa

 

Aqui, vamos tomar como exemplo os puff’s. Embora sejam ótimos acessórios para otimizar o espaço, se forem alocados no meio da casa e na passagem de pessoas, tudo vai por água abaixo. Atente para este aspecto e se assegure que nada estará obstruindo o caminho e o fluxo de passagem entre os cômodos.

 

Não prestar atenção no formato dos móveis

 

Em um apartamento pequeno, na maioria das vezes o espaço para ir e vir é comprometido, por mais que o cuidado seja grande neste sentido. Para evitar acidentes, machucados e dar ainda mais amplitude para o espaço, é recomendado móveis com acabamento redondo. Apostar apenas nos tradicionais retângulos pode trazer resultados ruins!

 

Mesas de centro

 

Esta é uma das coisas que merecem, no mínimo, uma grande cautela. Mesas de centro passam charme e são elegantes, entretanto, se utilizadas da maneira errada podem acabar com o ambiente. Entenda como “maneira errada” as mesas de centro com tamanho avantajado ou que estejam na passagem. Se de alguma maneira este acessório de decoração atrapalhar o ambiente visual ou a passagem, desista da ideia.

 

Camas sem gavetas

 

Ter uma cama é tudo de bom, não é mesmo? Porém, quando falamos de apartamentos com restrição de tamanho, funcionalidade é a palavra-chave. Não compre grandes camas que não tenham gavetas embutidas, pois assim você não terá local para guardar suas coisas e deixar livre o espaço de uma cômoda, por exemplo.

 

Compras por impulso

 

Comprar por impulso não significa apenas desperdício de dinheiro, mas também que você terá muitos acessórios decorativos para distribuir pelo apartamento pequeno. Ou seja, o ambiente visual será poluído e a sensação será de que o espaço está ainda menor.

 

Exagerar na sanca de gesso

 

As sancas de gesso podem ser utilizadas em seu apartamento mesmo se ele for pequeno, desde que com muito cuidado e moderação. Do contrário, o resultado será um teto muito mais baixo e a sensação de sufoco explodindo!

 

Rodapés muito grossos

 

Os rodapés são essenciais para a decoração da casa, e nos últimos anos eles ganharam uma atenção especial por parte dos profissionais de decoração. Entretanto, quando o apartamento não é grande, rodapés grossos, por mais que sejam elegantes, podem culminar em um aspecto de espaço ainda menor.

 

Cerâmicas decoradas

 

Principalmente para a cozinha e para o banheiro, as cerâmicas decoradas são grandes vilãs. Elas diminuem o espaço e transmitem uma percepção voltada para o “amontoado” quando estão em ambientes pequenos. Opte pelas lisas ou com leves listras verticais.

 

Banheiras de hidromassagem

 

Embora seja o sonho de qualquer um, banheiras de hidromassagem, por menores que sejam, não cabem na decoração em um banheiro de um apartamento pequeno. Esta estrutura ocupa muito espaço, e faz com que este ambiente fique apertado e minúsculo, dificultando até a passagem.

 

Muitos quadros

 

Os quadros são utensílios de decoração bastantes úteis, mas em exagero, principalmente em apartamentos pequenos, ele passa a ser responsável pela sensação de um pequeno ambiente. Imagine uma parede inteira preenchida por quadros e molduras?! Com certeza ela dará a impressão de ser metade do tamanho que realmente é!

 

Muitos eletrodomésticos

 

Sabe esta nova onda de eletrodomésticos, com equipamentos únicos para cada função, como por exemplo, uma máquina de fazer churros?! Por mais que seja super legal ter isso em casa, se você encher o seu apartamento pequeno deste tipo de eletrodoméstico vai ter como resultado uma cozinha com um aspecto bagunçado e mal decorada!

 

Achar que em tudo se dá um jeito

 

Este pensamento é um grande vilão contra a boa decoração do seu apartamento. Por mais que você seja um mestre na organização, é impossível distribuir de maneira ordenada e eficaz inúmeros objetivos, móveis, utensílios e acessórios. Lembre-se: em decoração de apartamento pequeno, menos é mais!

 

 

Querer decorar um apartamento pequeno como se ele fosse grande

 

Pode ser ruim admitir, mas é necessário: o apartamento é pequeno. Logicamente, não há problema nenhum nisso, pois temos muitos exemplos de pequenos cômodos decorados de maneira tão elegante que o tamanho não é problema. Entretanto, o apartamento deve ser decorado com a mentalidade de que há restrição de espaço, o que leva a atitudes e ações mais cautelosas e acertadas neste sentido! Então, acostume-se!

 

Dúvidas? Deixe seu comentário!


Leave a Reply

1 × três =

Close